Existe um conceito chamado “ataque de pânico com sintomas limitados”, em que ataques com menos de quatro sintomas podem durar de alguns minutos a várias horas.

Ataques de pânico freqüentes podem ser um sinal de um transtorno de ansiedade chamado transtorno do pânico que, se não tratada, poderia afetar gravemente a sua qualidade de vida.

Ataques de ansiedade ou ataques de pânico (como eles são mais comumente conhecidos) são prevalentes entre os pacientes com um transtorno de ansiedade . De acordo com o Instituto Nacional de Saúde Mental dos EUA (NIH), estes referem-se a um “medo de desastre ou de perder o controle, mesmo quando não há perigo real.” 1

Esses ataques geralmente fazem a pessoa pensar que ela não está apenas perdendo o controle, mas também está sofrendo um ataque cardíaco ou morrendo. 2

Infelizmente, ninguém pode prever quando isso acontecerá, pois eles podem atacar a qualquer momento. 3 Os ataques tendem a começar repentinamente e atingem o pico rapidamente em 10 minutos ou menos. 4 Depois, o paciente pode sentir fadiga que pode durar o resto do dia, dependendo da gravidade do ataque. 5

No entanto, diz-se que um ataque de pânico fraco pode realmente durar mais tempo. Existe um conceito chamado “ataque de pânico com sintomas limitados”, em que ataques com menos de quatro sintomas podem durar de alguns minutos a várias horas. 6

Aprender sobre ataques de pânico é vital não apenas para que você ou alguém que você conheça possa notá-los o mais rápido possível, mas também determinar o melhor curso de ação que deve ser tomado para ajudar uma pessoa a se recuperar rapidamente desse evento devastador.

O que causa um ataque de ansiedade em primeiro lugar?

Infelizmente, não existe uma causa definida determinada sobre o que causa os ataques de ansiedade, mas a pesquisa mostrou que esses fatores podem ter um papel: 7

 Genética;

 Principais eventos ou transições da vida, como formatura, primeiro emprego, casamento ou gravidez

 Stress severo devido a perda de emprego, morte de um ente querido ou divórcio

 Tendência para entrar em “modo de luta ou fuga”, em que a respiração se acelera quando o corpo tenta absorver mais oxigênio. Você também libera hormônios como a adrenalina, que resultam em um batimento cardíaco mais acelerado e músculos tensos 8

 Doenças e outras causas físicas, como prolapso da válvula mitral (um pequeno problema cardíaco em que uma válvula do coração não fecha corretamente), hipertireoidismo (glândula tireóide hiperativa), hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue), uso de estimulantes (anfetaminas, cocaína ou cafeína ) e retirada de medicação

Se você acha que tem um transtorno de ansiedade, certifique-se de que um médico verifique todas essas condições primeiro.

Sinais de que você já está experimentando um ataque de ansiedade

Além de perturbar as emoções de um paciente, os ataques de ansiedade também se manifestam através de uma combinação desses sintomas físicos: 9

Falta de ar ou hiperventilação palpitações cardíacas Dor no peito ou desconforto
Tremor sensação de asfixia Sentir-se irreal ou desligado do ambiente
sudorese Náusea ou dor de estômago Sentindo-se tonto, fraco
Sensação de dormência ou formigamento flashes quentes ou frios Medo de morrer, perder o controle ou enlouquecer

Como aliviar um ataque de ansiedade

Embora os ataques de ansiedade possam ser debilitantes, isso não significa que você seja automaticamente impotente contra eles.Tente seguir estas técnicas para ajudar a resolver um ataque de ansiedade: 10 , 11

Fique onde você está: Tendo em conta os vários sintomas físicos que podem ocorrer durante um ataque de ansiedade, ficar parado não só ajudará com uma recuperação mais rápida, mas também na prevenção de agravamento dos sintomas.

Se você estiver dirigindo, pare primeiro ao lado da estrada para evitar se colocar em perigo e a outros motoristas ou passageiros.

Foco: escolha um item do lugar em que você está, como as mãos em movimento de um relógio, e concentre-se nele para desviar sua concentração do ataque.

Além disso, lembre-se constantemente de que esses pensamentos e sensações assustadores acabarão.

Liberte a tensão muscular: isso ajuda a diminuir a tensão geral e os níveis de estresse que podem exacerbar os ataques de pânico.

Enquanto respira fundo, aperte os músculos, segure por alguns segundos e expire para liberar a tensão. Mova este exercício para o seu corpo, um grupo muscular de cada vez.

Pratique respiração lenta e profunda: Respirar rapidamente pode agravar sentimentos de pânico e ansiedade.

Tome respirações lentas e profundas – estas são fundamentais para aliviar os ataques de ansiedade. Não se esqueça de contar de 1 a 3 durante cada respiração também.

Visualize criativamente: é mais provável que pensamentos negativos tomem conta de sua mente durante um ataque de ansiedade. Tente se concentrar em pensamentos positivos ou imagens.

Visualize um lugar ou situação que evoque sensações de relaxamento, calma e paz, e preste atenção a isso com atenção.

Você pode achar isso difícil no começo, especialmente se estiver acostumado a pensar negativamente por um longo período de tempo.

No entanto, com prática suficiente, você pode fazer isso, resultando em mudanças positivas nas percepções sobre si e sobre os outros.

Evitar a resistência ao ataque: Combater um ataque de pânico pode piorar a situação, aumentando seus níveis de ansiedade e pânico.

Em vez disso, tente se assegurar de que sua vida não está em risco, não importa quão embaraçosa ou difícil seja a situação. Além disso, concentre-se no fato de que o ataque terminará antes que você perceba.

Se você sempre consegue melhorar suas crises seguindo algumas dessas técnicas, não significa que você não deve consultar um psiquiatra ou profissional de saúde mental. Ataques de pânico freqüentes podem ser um sinal de um transtorno de ansiedade chamado transtorno do pânico que, se não tratada, poderia afetar gravemente a sua qualidade de vida.

Referências

SE INSCREVA EM NOSSA LISTA VIP

Receba informações sobre saúde e bem-estar diretamente em seu email.

Recebemos seu e-mail com sucesso! ACABAMOS de enviar um EMAIL para confirmar o seu endereço de email. Clique no link que chegou para adicionarmos você em nossa LISTA VIP.

Ocorreu algum erro ao enviar suas informações...